Consertar lâmpada de LED

É uma tarefa relativamente fácil, quando alguns fabricantes como a taschibra (não recomendo) dificultam o processo de forma visivelmente proposital. A vida útil do led, sob condições ideiais, pode ser tranquilamente de 100.000 horas (datasheet do componente), equivalente a 11 anos ligado 24h, mas isso não é interessante para nenhum fabricante. Eles ainda tem a audácia de garantir a lâmpada por 6 anos, o que não vai acontecer, muito menos ligada direto. Aliás, quem vai encontrar a embalagem da lâmpada que comprou há anos atrás? Ninguém reclama, é mais fácil comprar outra. E assim se mantém o padrão da obsolescência programada, criada por Alfred Sloan e outros responsáveis por grandes fábricas de produtos. “Um produto que não estraga é uma tragédia para os negócios”; é essa a filosofia adotada até hoje, enquanto a preocupação com resíduos é mínima, nosso planeta vai rapidamente entupindo-se de dejetos industriais.

No caso da taschibra a fonte queimou, porque esquenta demais e não possui saída de calor; se um led queimar, automaticamente todos os outros se apagarão e a fonte morrerá. As lâmpadas são projetadas de forma a queimarem prematuramente, simplesmente usando componentes subdimensionados para sua função.

Assista The Lightbulb Conspiracy, um documentário sobre a obsolescência programada.

Lâmpadas de led programadas para queimar

Circuito reparado. placa da lâmpada de led

Lâmpada de led reparada recondicionada funcionando

Lâmpada ressuscitou encarnada como cebolinha
Lâmpada reconstruída de forma lúdica
Cozinha hacker. Cocina hacker. Hacker kitchen. foto Elisiana Frizzoni

“Ressuscitando lâmpadas de LED” e “Construa sua própria lampada” são cursos presenciais que ofereço, com apostilas contendo maiores informações técnicas a respeito do reparo em lâmpadas de LED, sua arquitetura e funcionamento. Contato

Fixing a LED lightbulb. Ressuscitation of lightbulb. Repair. Kludge. Makeshift. Obsolescence.

Exposição + oficinas


arte flyer
As luminárias de LED criadas por Lucas Mafra e Elisiana Frizzoni e várias outras serão expostas no espaço galeria Studio Galaxi em Juiz de Fora – MG. Rua João Bansemer 96 – bairro São Pedro.

  • Abertura 7/10/2016 com oficinas dias 8 e 9 de Outubro.

Evento no facebook

Qualquer oficina R$ 70,00 com material, apostila e certificado incluídos.   Inscrições e informações pelo email: LEDESIGNEAR@gmail.com ou pelo tel/zap (32)99142-8804

Elisiana Frizzoni: Mestre em Artes, Cultura e Linguagens e Bacharel em Artes e Design pela UFJF. No ano de 2014 atuou no projeto de extensão LabUsotopico (Casa de Cultura UFJF): espaço para realizar atividades e oficinas de troca e aprendizagem com a comunidade acadêmica em práticas em arte, ciência e tecnologia de um ponto de vista low tech e DIY (Experimentações com reciclagem tecnológica, por exemplo). Atualmente cursa licenciatura em Artes Visuais na UFJF, media aulas especializadas de experimentos com Arte e Tecnologia na Escola Internacional Saci.

Lucas Mafra é designer de produtos pela Universidade FUMEC (2008),  artista residente em Belo Horizonte. Mais informações aqui.

.

Morango da roça

Esta luminária concebida pela artista Elisiana Frizzoni é uma peça única fabricada com LEDs difusos vermelhos de dois tons diferentes, embalagem plástica em forma de morango, mini cabeça e chapéu de palha. Um objeto que mistura o kitsch, ready made e componentes eletrônicos, numa crítica ao consumo de agrotóxicos nos alimentos na sociedade atual.

DSC02896 DSC02899